Archive for the '02 – ALJ voluntária' Category

AMIGOS BRASILEIROS EM PORTUGAL

Recebi este email hoje de manhã

Olá, tia Anita! 
Como está? Gostava de colocá-la em contacto com grandes amigos e pessoas incríveis que têm planos de vir morar para Portugal. Gilberto está aposentado (reformado) e Geise é uma escritora e profissional fabulosa, com uma sensibilidade incrível. Os dois também são muito ativos, como a tia Anita, e não pretendem ficar parados cá em Portugal. Geise já trabalhou muito, por exemplo, com questões de gênero no meio rural, entre outros assuntos, e achei que a tia Anita, com todo conhecimento e rede de contactos que possui (além de ser também uma pessoa incrível com quem se possa conversar) seria um bom “elo” para estes meus amigos situarem-se melhor em seus planos futuros. Por isso, permiti-me destiná-los em cópia este e-mail.
 
Com carinho e beijinhos,
 
Carol
 
Carolina Quiumento Velloso
Engenheira Agrônoma
Mestre em Agroecossistemas
Doutora em Geografia
Université Paul Valéry Montpellier 3
 

A Carol, a Geise e o Gilberto

fizeram-me voltar a este blogue 

E COM ISTO SENTI

SAUDADES DO FREIXO

DENTRO DE MIM

 

AGRICULTURA E ESPIRITUALIDADE

Para uma conversa com Alfredo Sendim, no final da conferência « Agricultura com Futuro, Hoje! » (Idanha-a-Nova 22.10.2016) Ana Luísa Janeira preparou estes tópicos:

Espiritualidade

ser humano

visão dualista

corpo + alma – soma, sema

visão tripartida

corpo + alma + espírito – soma, psique, pneuma

Esta tradição platónica e neoplatónica foi retomada por:

– São Paulo

1 Tessalonicenses 5:23

«E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Nós, agora, depois de acreditar no Senhor Jesus Cristo e em Sua ressurreição, e compreender o dom do espírito santo, não somos mais somente corpo e alma, mas corpo, alma e espírito

– místicos

ex: Simone Weil

«la pesanteur et la grâce» – a gravidade assumida como metaxú (intermediário) para a graça

logo

longa tradição desde os egípcios – terceiro olho

relação corpo e alma – glândula pineal

espírito = relação

eu – outro(s)

eu – mundo

reconhecimento de complexidades

no dizer de Teilhard de Chardin

lei da complexidade-consciência

no cosmos

matéria máxima – espírito mínimo

no homem, entendido como « fenómeno humano »:

matéria mínima – espírito máximo

bipedia – braços libertos + olhar para a frente viabilizam

actividade pensante

nous –» noosfera

esfera do espírito tendendo para o Ponto Ómega

Na Actualidade

a palavra espiritualidade está banalizada devido a confusões conceptuais e ruídos vários

genérica e resumidamente

o Ocidente perdeu quase totalmente o conhecimento sobre a arqueologia da sua tradição específica

o Oriente espanta e aparece como devendo merecer o monopólio, a resvalar para um monopólio consumista

Neste contexto, o sistema dominante subverte estas duas tendências

Sendo assim, onde encontrar a configuração performativa que ajude à definição conceptual?

Em O irreparável, Agamben demonstra como “o homem é o ser que, deparando-se com as coisas e unicamente nesse deparar-se, se abre ao não-coisal. […] E inversamente: aquele que, estando aberto ao não-coisal, é, unicamente por isso, entregue irreparavelmente às coisas. Não-coisalidade (espiritualidade) significa: perder-se nas coisas, perder-se até não poder conceber senão coisas. E só então, na experiência da irremediável coisalidade do mundo, chocar-se com um limite, tocá-lo.”

Cultura e Agricultura

Ager + cultura – colo, colis, colere, colui, cultum

= reconhecer, aceitar e respeitar a terra

Diferentemente e pertencendo indiscutivelmente a outro paradigma

Agro + nomia significa etimologicamente

= legislar, regulamentar, normalizar, controlar a terra

Assim, a agricultura implica uma atitude performativa que pressupõe a terra como alteridade:

a natureza, o solo, é um outro a respeitar

logo uma relação

uma relação para ser habitada pelo homem

Novamente na HFM.

Voltei ao Alentejo na sexta passada. Com saudades.

Como acontece frequentemente, depois do almoço, impôs-se a sesta. Tempo que permitiu rever momentos fortes de mais de 10 anos ligados à Herdade do Freixo do Meio, com quase 5 anos de uma semana mensal de voluntariado.

Sensação boa a de me sentir dentro deste projecto com futuro.

Sensação renovada ao longo do dia de ontem, em que a << bolota foi aqui rainha>>. Justíssima a homenagem, por suas qualidades alimentícias e por corresponder a uma “filosofia de proximidade”, tão necessária quanto útil.

O FUTURO PASSA POR AQUI

Há quase uma semana parti do Freixo, acompanha-me a certeza-esperança que as muitas experiências que o Alfredo dinamiza/possibilita correspondem a caminhos para uma sociedade onde mais se sintam a bem-viver, porque no mais coexistem sinais de notório mau-viver na sociedade portuguesa.

E muitos deles, no meu sentir, decorrem de uma sociedade barbaramente consumista, onde cada um e cada qual focaliza a felicidade num punhado de (TER) coisas.

ALFREDO CUNHAL SENDIM NO MURAL DA LIBERDADE, SIC -12.4.2014

Primeiros insights:
NO TODO
– ACS esteve igual a si mesmo, muito natural sem ser descuidado no que dizia e com uma presença serena e segura –
NAS PARTES
– incisivo no pensamento e conciso na expressão
– com ideias claras e amadurecidas
Revelando assim uma pessoa livre e marcadamente responsável, o que serviu para desconstruir muito positivamente a imagem negativa do latifundiário.
Parabéns muitos pela forma como fugiu das armadilhas AC + BCP, com performance argumentativa.
Nota – quanto à liberdade = procura do bem e às certezas de Álvaro Cunhal falaremos depois…

ABRIL 2014

QUANDO 2013 ESTÁ A FINDAR

Interessante ver esta síntese sobre o comportamento do

http://www.naturameio.wordpress.com DSC08224DSC07852ao longo de 2013

https://naturameio.wordpress.com/2013/annual-report/

FOTOS DO 2º ENCONTRO DO OUTONO

DSC08115DSC08116DSC08117DSC08118DSC08119DSC08120DSC08122DSC08124DSC08125DSC08126DSC08127DSC08128DSC08129

O dia esteve óptimo

houve momentos especiais para todos os gostos

e as crianças, ah as crianças,

talvez mesmo sem saber porquê,

deliraram com a oferta dos livros!!!!!


tracker
Julho 2017
S T Q Q S S D
« Out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

PageRank


%d bloggers like this: